O que você quer encontrar?

Horta em casa: dicas simples para cultivar seu cantinho verde
05 de outubro de 2021Decoração

Horta em casa: dicas simples para cultivar seu cantinho verde

compartilhe este post

Quando moramos na cidade, nos deparamos de forma constante com trânsito, faróis, televisão etc. E tudo isso grita ao nosso cérebro muitas informações que nos trazem cansaço e estresse. Porém, cultivar uma horta em casa pode trazer bem estar, ajudando nessas questões.

É nos pequenos contatos com o verde que conseguimos alívio de maneira que possamos recuperar nossas forças. Afinal, nós sabemos que o contato com a natureza promove sensação de bem-estar e tem até mesmo poderes terapêuticos.

Agora, imagine só ter um lugar na sua casa onde você pode separar um tempo para renovar as energias e ter a experiência de mexer com a terra e cultivar seus próprios temperos, ervas, vegetais e frutas?

Por que ter uma horta em casa?

É comprovado que cuidar das plantas evita doenças e funciona como terapia para a mente, contribuindo para uma boa saúde mental. Inclusive, o carinho e o cuidado que sua horta pede, fazem com que o stress e a ansiedade fiquem de lado.

Logo, fazer uma horta em casa também incentiva as crianças a crescerem sabendo da importância de comer bem. Dessa forma, ao cultivar sua horta, você mostra a eles o processo de crescimento de uma planta e os ensina sobre os benefícios das vitaminas e nutrientes para o nosso corpo.

Sendo assim, sua horta em casa pode ser vertical, suspensa ou até mesmo cultivada em vasos avulsos, em recipientes que possuam no mínimo 20 centímetros de altura.

Contudo, a primeira coisa que você deve observar em sua casa antes de montar uma horta é se há muita incidência de luz. Isso porque, o ideal é que as plantas tenham, pelo menos, seis horas de exposição direta ao sol. 

Então, mais do que definir se a horta será na varanda externa ou se as plantas ficarão posicionadas em um cantinho da cozinha, o importante é ter sol. Caso não seja possível, cuidados especiais com adubação e rega terão que ser redobrados.

Porém, caso seu apartamento não tenha muita luz, você pode optar por plantas que se dão bem em lugares onde não bate tanto sol, como o alecrim, o alface e o hortelã. Esses são alguns exemplos de plantas que sobrevivem somente na sombra. 

Existem alguns tipos de cultivo que não podem faltar em uma horta caseira, e temperos e ervas são os principais: salsinha, cebolinha, tomilho, orégano, sálvia, alecrim, hortelã… 

Além disso, alface, rúcula, espinafre e tomate-cereja também podem fazer parte dela. Outros exemplos são: acerola, pitanga e amora, já que são frutas que podem ser plantadas em vasos maiores. 

Como plantar as mudas?

Prepare a terra com adubo orgânico. É muito importante não optar por adubos químicos, para que se tenha a opção mais natural possível. Além disso, a rega deve acontecer duas vezes ao dia, sobretudo em épocas mais secas do ano. 

Dessa forma, sempre que for colher, faça uma poda simples. E, claro, reforçarmos que é importante manter as plantas expostas ao sol, pelo menos, por seis horas direto.

Caso você precise viajar, também é preciso tomar alguns cuidados para manter as plantas saudáveis e nutridas durante uma viagem. Para isso, existem vasos auto-irrigáveis que podem ser feitos a mão, inclusive. 

Alguns condomínios, como o Sereno, da RKM Engenharia, também possuem hortas comunitárias: excelentes opções para aumentar a interação com os vizinhos, ter um contato ainda maior com a natureza e sair do ambiente fechado do apartamento. Isto é, tudo com a segurança de se saber o que está consumindo.

Contudo, para complementar o tema, convidamos George Lucas, criador do projeto “Fábrica de Hortas”, uma iniciativa que possibilita que você tenha a horta dos sonhos. E para ajudar a montá-la em casa, seja posicionada em uma área externa ou apenas em um canto na cozinha. Assista agora:

E aí, está pronto para montar a sua horta em casa? Para receber mais dicas e conteúdo, acesse nosso site e cadastre-se. Aproveite e confira também como funcionam os pets place em condomínios: os espaços de bem-estar para animais. 

compartilhe este post
Saúde e bem-estar: projetos de espaços para sua casa
Dicas

Saúde e bem-estar: projetos de espaços para sua casa

Leia mais
Poluição sonora: a importância da acústica residencial
Dicas

Poluição sonora: a importância da acústica residencial

Leia mais
Jardins sensoriais: O encontro da paz e o verde
Decoração

Jardins sensoriais: O encontro da paz e o verde

Leia mais